Se for pra falar dele, direi então que, ele me enche o saco quase sempre e quando não enche, sinto uma falta horrível. Ele consegue ser a pessoa mais bruta do mundo quando quer, e a mais doce, mesmo sem querer. Sensível, irônico, ciumento e irresistivelmente safado. Ogro, tonto, grosso, grande (e eu juro que tô falando da altura), rs. Leal, amigo, fiel, companheiro, honesto, verdadeiro e sincero. Tem o corações enorme, a alma linda e um caráter impecável. Se ele comete erros? Quase sempre. E volta, reconhece e corrige. Ou pelo menos tenta. Ele é um homem incrível. E quando ele ta bravo? Ah, é a coisa mais linda. Mas ele não fica bravo muito tempo. Eu falo com jeitinho, faço beicinho e ele desmonta (tenho essa vantagem sobre ele). Protege, cuida, mima e coloca sempre em primeiro lugar as pessoas que ele ama. Irritante, teimoso, inseguro e estonteantemente lindo - e nem é só por fora - . Se ele é perfeito? Claro que não! Ele é cheio de imperfeições, e são exatamente elas que o torna único. Seus desfeitos são facilmente encobertos pelas suas inúmeras qualidades. E sabe qual é a maior de todas as qualidades? É ser meu! Ele é meu céu, meu menino, meu homem. Meu anjo sem asas, é o amor da minha vida. Ele transformou o meu mundo. E se for pra falar de mim, direi apenas que, sou uma mulher de sorte. Porque quem tem um homem como ele, tem tudo.
Ogrodoce  (via perdoamos)
Quando a gente gosta, a gente cuida. Cuida mais do que devia. Gostar é se prevenir do desgosto. A gente nunca sabe o que é suficiente, a gente vai se doando, se gastando, sem pedir troco. A gente gasta mais do que tem e corre atrás para imaginar o que não viveu para não fazer falta à memória mais adiante.
Fabrício Carpinejar.  (via perdoamos)
Sabe o que você ganha quando mostra a verdade para o mundo? Uma camisa de força ou um soco na cara… às vezes os dois.
Supernatural    (via perdoamos)